Escolha uma Página

Los Angeles é uma cidade enorme e nem sempre muito fácil de entender quando você visita pela primeira vez. Mas ao mesmo tempo, é um cidade com tantas opções e possibilidades que talvez seja um dos lugares mais fáceis de fazer um “recorte” de acordo com seus interesses, seja lá quais forem eles. Los Angeles tem espaço para tudo e para todos: praia, cinema, fitness, negócios, restaurantes, bares, baladas, shows, você escolhe. Uma boa dica é você tirar uns dias antes da viagem e tentar fazer o seu recorte da cidade. Outra ótima dica é você estar com sua carteira de motorista válida ou com alguém que saiba dirigir. Como a cidade é super espalhada, sem carro fica um pouco difícil se locomover por lá.

Nosso recorte:

Los Angeles era o nosso ponto de partida para uma viagem de carro pela Califórnia, na qual a primeira parada era o festival de música Coachella. Não era a primeira vez que visitávamos a cidade, por isso algumas atrações clássicas (calçada da fama, teatro chinês) estavam fora dos nossos planos. Todos eram adeptos de alguma diversão sobre rodas (skate, bicicleta, roller, cada um de acordo com sua coordenação motora ou a falta dela).

Nossa primeira dúvida foi onde se hospedar. Estávamos entre Venice (clima praia, palmeiras, calçadão beira-mar) e Silver Lake (bares, lojas de discos, vintage shops, shows). Acabamos ficando com a segunda opção porque achamos a logística mais fácil: saíamos de carro de dia e ir para ir até a praia, a noite saíamos a pé ou de taxi para ver algum show ou jantar em algum restaurante. Apesar de ser uma cidade pra ser vivida essencialmente de carro, não esqueça que e os estados Unidos inteiro é super rígido com a questão bebidas alcólicas vs. volante e Los Angeles não é diferente.

Apesar de ser minha região favorita de Los Angeles, talvez a dica de se hospedar em Silver Lake não seja a melhor opção para todos. O bairro tem um clima um pouco como o Brooklyn de Nova York, cheio de bares alternativos, espaços para shows, cafés orgânicos, lojas de discos, vintage shops, brechós. Se é isso que você está procurando, vai se sentir em casa. Não é um lugar muito turístico, a maior atração por esses lados é o Griffith Observatory (é bacana pra quem gosta de Museus de Ciência e tem uma vista bonita da cidade).

Great Escape Viagens e Turismo - Griffith Observatory, Los Angeles, California

Griffith Observatory

Mesmo que sua opção não seja se hospedar por lá, se acontecer de você ir pra esses lados não deixe de ir no Home Restaurant. A comida é ótima, drinks legais e ambiente incrível, com mesas na varanda, árvores e uma fonte no meio do pátio. Para os fãs de hambúrguer, outro lugar que vale a pena conhecer é o UMAMI Burger. As duas dicas valem para vegetarianos. O cardápio do Home tem várias opções sem carne e o hambúrguer de cogumelos com edamame e ricota trufada to UMAMI é imperdível.

Como na maioria das cidades dos Estados Unidos, shoppings é o que não falta em Los Angeles. Mas se você for daqueles que (como eu) tem preguiça de shopping e prefere passear pela cidade e dar uma olhada em lojas de rua, a região da Melrose Ave entre a Urban Outfitters e Marc Jacobs (numeração entre 7500 e 8500, mais ou menos entre as ruas N Curson Ave e N Orlando Ave) é super agradável, arborizada, e com alguns cafés pra você recuperar o fôlego ou ficar vendo o movimento.

Pra quem gosta de arte moderna e contemporânea, os museus MOCA (Museum of Contemporary Art) e o LACMA (Los Angeles County Museum of Art) são imperdíveis. O Getty Center é meio fora de mão, mas também é sensacional. Situado no topo de uma colina e ligado ao estacionamento de visitantes por um funicular, provavelmente é uma das vistas mais bonitas de Los Angeles. Além do acervo permanente e boas exposições temporárias, a arquitetura do museu em si e os jardins valem a visita.

Great Escape Viagens e Turismo - Getty Center, Los Angeles, California

Getty Center

 

Venice e Santa Monica:

Boa parte de Los Angeles parece muito mais “urbana” do que estamos acostumados a ver em filmes e séries. O clima “praia e palmeiras” acontece principalmente pros lados de Venice e Santa Monica, onde o calçadão beira-mar fica lotado de bicicletas, rollers e longboards. Tem uma faixa bem legal e movimentada de praia onde inclusive pode-se alugar bicicletas, que começa mais ou menos na altura da Hollister Ave. Ali perto tem um estacionamento publico para você deixar o carro e um café orgânico ótimo chamado Urth Caffe. As pizzas e sanduíches valem a pena. A partir da Hollister Ave, toda a faixa de praia em direção ao Píer de Santa Monica é super agradável. Vale a pena passear de bicicleta (ou roller, skate, a pé, o que você preferir) pela Ocean Front Walk. Em Santa Mônica as lojas se concentram na Third Street Promenade, especialmente no trecho da rua reservado só para pedestres.

Great Escape Viagens e Turismo - Píer de Santa Monica, Los Angeles, California

Píer de Santa Monica

Um detalhe importante: esse post dá dicas apenas sobre alguns bairros de Los Angeles, menos turísticos, programas e dicas de quem já havia visitado a cidade outras vezes e estava num ritmo de viagem mais tranquilo. Fora tudo isso, tem os passeios mais tradicionais: Rodeo Drive, Beverly Hills, Calçada da Fama, mas não entramos em muitos detalhes porque a maioria dos guias de viagem já tem várias informações sobre esses locais. Se você é fã de montanhas-russas, não deixe de dar uma pesquisada em parques como o Six Flags Magic Mountain, Universal Studios, Knott’s Berry Farm. E não esqueça a dica do começo do post: Los Angeles oferece inúmeras opções e possibilidades. A melhor maneira de aproveitar a cidade é fugir um pouco dos roteiros prontos, descobrir o que realmente é do seu interesse e fazer o seu recorte da cidade.